Meditação & Mindfulness
"PORQUE ACREDITA EM SI MESMO, NÃO TENTA CONVENCER OS OUTROS.
PORQUE ESTÁ CONTENTE CONSIGO MESMO, MÃO PRECISA DA APROVAÇÃO DOS OUTROS.
PORQUE SE ACEITA A SI MESMO, O MUNDO INTEIRO O ACEITA."
 Lao Tzu 
 
Mindfulness nas Escolas

Na AIE desenvolvemos planos de formação ou oferecemos sessões de meditação, onde podem participar, educadores, pessoal não docente e alunos da Infantil, 1º, 2º e 3º Ciclos, Secundário e Universidade, com base nas técnicas de meditação e mindfulness, com o objectivo de que as instituições 

de educação envolvidas integrem e mantenham estas técnicas nos seus projectos educativos. 

Hoje em dia são bem conhecidos os benefícios relatados pelos programas de educação sócio-emocional, no entanto, quando a estes programas são adicionadas contemplativas como mindfulness os resultados são melhorados em comparação com quando estas técnicas são usadas separadamente, por haver reforço no desenvolvimento das competências pessoais dos alunos, nomeadamente, a auto-consciência adopta uma nova profundidade de exploração interna, a gestão emocional fortalece a capacidade de resolver conflitos e empatia torna-se a base de altruísmo e compaixão (Lantieri e Zakrzewski, 2015).

Meditação e Mindfulness na Educação Infantil

Numa investigação em que 68 crianças participaram com idades dos 4 aos 5 anos, analisou-se durante 12 semanas a incidência de um programa concebido para a educação infantil (Kindness Curriculum, KC) usando-se mindfulness, tendo-se como objectivos a melhorar a atenção a regulação emocional e encorajar a gentileza ou a compaixão.

As crianças que participaram do programa mostraram, mais flexibilidade

cognitiva, melhorias significativas nas habilidades interpessoais e melhores resultados em actividades relacionadas com a aprendizagem, saúde ou desenvolvimento sócio-emocional no final do ano escolar, ao contrário dos membros do grupo de controlo que mostraram atitudes mais egoístas durante o curso (Flook et al., 2015).

Meditação e Mindfulness na Educação Primária

Outro estudo envolvendo 99 estudantes com idades entre os 9 e 11 anos analisou como um programa de educação sócio-emocional que incorporava mindfulness (MindUP), com a duração de 12 semanas com uma sessão semanal de menos de uma hora cada, pretendia promover nos alunos habilidades relacionadas ao auto-controlo, gestão de stress, bem-estar, comportamento pró-social e verificar o impacto no desempenho académico. 

 

Ao contrário dos membros do grupo de controlo, aqueles que participaram do programa, praticando a auto-observação, a respiração consciente e a atenção plena, baixaram os níveis de stress, melhoraram a empatia, o optimismo, a auto-controlo ou o relacionamento com os colegas

permitindo-lhes melhorar tantos as competências sócio-emocionais como as cognitivas, promovendo a aprendizagem a todos os níveis. (Schonert-Reichl et al., 2015).

Meditação e Mindfulness no Ensino Secundário

 

Numa outra pesquisa (Bluth et al., 2015)​, implementou-se um programa baseado em mindfulness projectado especificamente para a prevenção de transtornos emocionais nos adolescentes (Learning to BREATHE) com o objectivo de melhorar a regulação emocional através de técnicas que pretendiam criar " foco" no aluno através da atenção plena.

Foram escolhidos aleatoriamente, 27 adolescentes com alto risco de desenvolver alguns problemas psicológicos ou sociais, para o programa bianual de mindfulness, que consistiu na realização de uma sessão semanal de 50 minutos. O grupo de controlo participou dum curso sobre abuso de substâncias durante este período. 

Os alunos que participaram no programa de mindfulness aceitaram a durante os dois anos as sessões do programas e, com isso, reduziram os sintomas associados à depressão e ao stress, ao contrário dos pertencentes ao grupo controlo.

Os autores desta pesquisa identificaram uma série de factores que contribuíram para a boa aceitação do programa pelos alunos:

  • Passou a existir um espaço físico onde os estudantes se sentiam seguros.

  • A equipa da escola participou no programa.

  • Foi dedicado tempo fora da sala de aula para a partilha de experiências com os alunos para melhorar a sua confiança e a relação com eles.

  • Os alunos foram convidados a participar em actividades e não foram julgados se não quisessem.

  • Houve flexibilidade nas adaptações curriculares menos importantes para melhor identificar as necessidades dos alunos.

Meditação e Mindfulness para os Professores

 

O professor desempenha um papel crucial na criação do clima emocional na sala de aula que facilita a aprendizagem do aluno e o bem-estar pessoal. No entanto, muitas vezes, o ensino pode ser stressante para o professor e a gestão da sala de aula cansativa, deteriorando as suas relações com os alunos, gerando menos tolerância com comportamentos disruptivos e dedicando menos tempo para trabalhar. 

Num estudo relativo a um programa baseado em mindfulness, que dedicou 26 horas de ensino e prática durante 8 semanas a 18 professores mostrou que os participantes tinham uma redução significativa dos sintomas de stress e burnout e melhorado em tarefas que exigiram atenção de execução, ao contrário dos participantes do grupo controlo (Flook et al., 2013).

 

Um outro estudo mais recente em que 36 professores do ensino médio participaram durante 8 semanas e em que foi aplicada uma adaptação do programa MBSR,  também revelou que aqueles que participaram melhoraram a sua regulação emocional, a auto-compaixão, algumas competências associadas à atenção plena, como observar ou não julgar, e até mesmo a qualidade do sono (Frank et al., 2015).

Queremos inspirá-lo a criar uma escola actual, aproveitando a oportunidade de experimentar e envolver-se em programas de meditação e mindfulness onde os alunos podem melhorar muitos factores associados às chamadas funções cognitivas do cérebro, como atenção, memória operacional, regulação emocional ou flexibilidade mental, todas essenciais para o bom desempenho pessoal e académico.

 

Fazemos isto com a implementação de programas que começam nos primeiros anos da educação, seguindo um processo contínuo de adaptação das actividades realizadas de acordo com cada idade.

Embora nos últimos anos haja uma predominância de programas baseados em mindfulness projectados para os alunos, a AIE tem programas especificamente para professores, baseados principalmente no programa MBSR.

Queremos fazer uma diferença extraordinária para si que é professor. Oito semanas de treino são suficientes para melhorar o seu bem-estar físico e emocional, o que terá um impacto directo na melhoria das suas relações com os colegas, com os alunos e na criação de um clima emocional positivo na sala de aula que começa a partir do momento que entra pela porta.

Quer falar mais sobre como a AIE pode integrar estes programas na sua escola ou como professor saber mais sobre um treino para si? Entre em                             connosco agora...

Contacto

Casais da Asseiceira - Achete

2000-327
Santarém - Portugal

Tlm:

Email:

Newsletter

Para subscrever a nossa Newsletter indique no campo:

  • "Assunto" - Newsletter; e

  • "Mensagem" - Quero subscrever a vossa newsletter.

Consulte a nossa política de privacidade

© 2016 by Light Bulb